Procurar trabalho

Como utilizar as redes sociais para «pescar» o emprego ideal

Se quiser utilizar as redes sociais para chegar aos empregadores, o seu perfil deve corresponder à forma como deseja ser visto em público e as suas contas devem estar adaptadas aos destinatários, à semelhança do seu CV.

Defina o estilo do seu perfil profissional
  • Torne os seus perfis nas redes sociais interessantes para os potenciais empregadores. Dê informações pormenorizadas e pertinentes e, se quiser que os empregadores vejam várias contas de redes sociais, indique as hiperligações, introduzindo, por exemplo, o endereço da sua conta LinkedIn na sua bio do Twitter.
  • Se pretende realmente exibir as suas competências e promover-se no Facebook ou no Google+, crie uma página de fãs profissional. Essas páginas podem ser publicadas exatamente da mesma forma que o perfil pessoal numa rede social e conter todas as informações pertinentes a seu respeito, poupando aos empregadores o trabalho de analisarem o seu perfil pessoal. Tente manter a página atualizada, à semelhança de um blog, para não parecer pouco empenhado.
  • A obtenção de referências ou recomendações de antigos empregadores em serviços com o LinkedIn também pode contribuir para suscitar o interesse dos empregadores, permitindo-lhes ver a referência de imediato e obter os dados de contacto do seu antigo empregador.
  • Adicione uma fotografia sua, profissional e recente, às páginas do seu perfil. Se utilizar várias redes sociais, não o altere, e mostre estar atento às questões de identidade visual e marca, facilitando a sua identificação pelos empregadores.

Intervenha nas comunidades em linha
  • Acompanhe as empresas que lhe interessam. Demonstre interesse pelo setor de atividade. Esteja atento às notícias que vão saindo sobre este, e mostre estar ao corrente daquilo que se passa.
  • Comente construtivamente as campanhas, as notícias ou os grupos do setor ou empresa onde quer trabalhar. Desse modo, demonstrará compreensão do que lê e os empregadores poderão constatar as suas capacidades de investigação e análise.
  • Contacte trabalhadores da empresa para obter mais informações. Talvez nem sempre obtenha respostas, mas o ponto de vista de quem nela trabalha pode ajudá-lo a decidir se quer trabalhar para a empresa ou o setor em causa.


Tenha em conta a perspetiva do empregador

Mesmo que não queira que os empregadores vejam o seu perfil, prepare-se para que isso aconteça. Segundo um relatório dos Estados Unidos, 45% dos empregadores utilizam as redes sociais no âmbito do processo de seleção dos candidatos.

Quando os empregadores analisam os perfis, prestam atenção aos seguintes elementos:
  • Apresentação: como é que o candidato se apresenta? Tem uma atitude positiva? Queixa‑se dos antigos empregadores?
  • Competências interpessoais: como interage e fala com os outros?
  • Verificação: até que ponto a informação publicada em linha corresponde ao CV?

Aperfeiçoe a sua utilização das redes sociais

  • Escolha a sua plataforma de rede social preferida. Se desejar comentar eventos em direto ou manter conversas em tempo real, a melhor opção é o Twitter. Se quiser obter informações sobre uma empresa ou participar em debates profissionais, a LinkedIn talvez seja melhor.
  • Podem utilizar-se redes sociais diferentes em diferentes setores profissionais. Se for um criativo, destaque alguns dos seus trabalhos em http://www.reddit.com ou crie um CV infográfico. Se a sua profissão envolver vídeos ou jornalismo, crie um CV em vídeo e ponha-o no YouTube. Dê visibilidade aos seus esforços adicionando-os a um perfil profissional como o do LinkedIn ou incluindo as respetivas hiperligações no seu CV.
  • Pode recorrer também a serviços de encurtamento das hiperligações, como o http://bitly. com, o http://tinyURL.com e o http://goo.gl. Adaptando as suas ligações, não só as tornará mais curtas e fáceis de memorizar, e, portanto, mais fáceis de encontrar pelos empregadores, como também permitirá que certos serviços detetem quando e onde a sua ligação foi acionada. Saberá, assim, que alguém mostrou interesse, facto que poderá mencionar numa entrevista com um potencial empregador.
  • Ajuste o seu perfil na rede social ao setor em que pretende ingressar. Se for técnico ou informático, destaque essas competências no seu perfil através de comentários sobre artigos. Se for na área do marketing ou das relações públicas, mostre as suas competências interpessoais interagindo através de conversas.

As redes sociais a nível mundial

No momento em que a presente brochura está a ser redigida, o Facebook é a plataforma de rede social mais utilizada na Europa, mas o Twitter, o LinkedIn e o Google+ também são populares. Os candidatos devem verificar, porém, qual é a rede mais usada no país onde gostariam de trabalhar, consultando serviços de estudos de mercado como o Comscore ou os serviços nacionais de estatística. Neste mesmo momento, várias outras plataformas são vulgarmente usadas nos seguintes países europeus:

© União Europeia, 2014

Study in Poland