Preparação para a entrevista

A cultura em matéria de entrevistas é tão variada como o número de empresas e organizações existentes no mercado. Procure informar-se o melhor possível sobre o processo, antes da entrevista. É necessário levar documentos, preparar uma apresentação ou realizar testes psicotécnicos, práticos ou de outro tipo? Quanto tempo demorará o processo e quem poderá estar presente?

Se estiver em causa um trabalho não especializado, normalmente haverá apenas uma entrevista. Se a oferta de trabalho se referir a um cargo especializado ou de maior responsabilidade, poderão realizar-se várias entrevistas, eventualmente conduzidas por um painel de entrevistadores.

Não se esqueça de que há denominações de empresas e marcas conhecidas que variam de país para país. Se o CV contiver esse tipo de referências, pesquise as denominações equivalentes para que o entrevistador entenda mais facilmente os seus antecedentes. Também no caso de instrumentos, software e protocolos, tente encontrar os termos corretos, ou a sua designação corrente, na língua do país onde apresenta a sua candidatura.

O mesmo se aplica ao seu percurso académico e de formação. As universidades, instituições de formação e qualificações podem variar muito. Prepare-se para apresentar uma breve descrição das suas principais áreas de estudo para mostrar ao empregador que tem habilitações correspondentes às exigências do lugar em causa.

Por enquanto, não existe nenhum sistema de reconhecimento universal dos graus académicos a nível europeu, o que leva os empregadores de um país a hesitarem na contratação de trabalhadores de outro país se não compreenderem os seus níveis de qualificação. Uma solução é os candidatos a emprego utilizarem o passaporte europeu de competências Europass, que os poderá ajudar a descrever detalhadamente as suas competências e qualificações criando uma pasta para todos os seus documentos (http://europass.cedefop. europa.eu/en/documents/european-skills-passport).

A partir de 2013, o portal EURES sobre mobilidade profissional também introduzirá passaportes de competências setoriais para ajudar os candidatos a emprego a descreverem as suas competências de uma forma facilmente compreensível pelos empregadores de toda a Europa.

Também pode encontrar informações úteis no portal «A sua Europa»: http://europa.eu/youreurope/citizens.

Se tiver de fazer uma grande viagem para comparecer a uma entrevista, as despesas de deslocação são reembolsadas? Anote corretamente o endereço do local da entrevista, a forma de lá chegar e o tempo que terá de prever para a viagem, de modo a não chegar atrasado. Leve consigo os dados e números de contacto para avisar a empresa caso sofra algum atraso.

Prepare com antecedência a roupa que irá vestir e tome em consideração o impacto da sua apresentação pessoal, atitude, linguagem corporal e modo de expressão. A comunicação não verbal tem quase tanta importância como aquilo que disser.

Leve caneta e bloco de notas, para poder tomar apontamentos durante a entrevista.


Dicas para as entrevistas

  • Verifique/informe-se previamente sobre a estrutura da entrevista, se esta envolverá a realização de testes e que tipo de testes serão, se terá de preparar uma apresentação ou se é necessário levar cópias ou originais dos seus diplomas ou outros documentos.
  • Leve uma cópia do CV, o formulário de candidatura, um bloco de notas e uma caneta, bem como uma lista de perguntas que gostaria de fazer.
  • Confirme a sua presença na entrevista e verifique novamente a data, a hora e a pessoa a contactar.

Apresentação pessoal

No decorrer da entrevista, os empregadores avaliam o rigor da expressão, a apresentação, a compostura, a autoconfiança, os gestos e o nível de preparação do candidato.

Desligue o telemóvel antes de entrar para a entrevista. Cumprimente os entrevistadores com um aperto de mão, se estes tomarem a iniciativa. Não se sente antes de ser convidado a fazê-lo. Tente parecer autoconfiante e tranquilo. Fale de forma clara e audível. Procure não dar sinais de nervosismo. Olhe de frente para o entrevistador.

Evite criticar antigos empregadores ou outras pessoas. Se o instarem a formular críticas sobre algo ou alguém, tente tornear a questão e ser o mais construtivo possível. Não fale de problemas pessoais ou financeiros.


Causar boa impressão

Código de vestuário

Informe-se sobre a indumentária normalmente usada no setor em causa (por exemplo, tra¬dicional e simples ou original e personalizado) e vista-se para a ocasião, e não segundo a última moda. Normalmente, para irem a uma entrevista de emprego, as pessoas vestem-se de acordo com um estilo profissional, ainda que o ambiente de trabalho seja informal.

De um modo geral, os candidatos são aconselhados a apresentar-se limpos e aprumados. Use sapatos elegantes e limpos; evite peças de roupa desportivas ou ousadas (saias cur¬tas, decotes generosos). Não use desodorizantes e perfumes com aromas fortes. O cabelo e a barba devem estar limpos e bem arranjados, e a maquilhagem e os adornos devem ser discretos. Veja também nas secções dos diversos países os conselhos nacionais em maté¬ria de indumentária.

Recomendações de caráter geral

Mostre-se respeitoso, afável e jovial. Olhe de frente para o entrevistador. Ouça atenta¬mente as perguntas, responda a cada uma delas (em 2 minutos, no máximo). Fale clara, segura e calmamente.

Compare os seus pontos fortes e experiência com as exigências do lugar a que se candi¬data. Agradeça ao empregador o tempo que lhe foi dispensado.

Demonstre que está empenhado em trabalhar para a empresa obtendo, previamente, o máximo de informação possível a seu respeito.

© União Europeia, 2014

Study in Poland
Privacy Policy