Trabalho na Europa

País

Hungria - trabalho

País: Hungria
Línguas oficiais: húngaro
Forma de governo: república parlamentar
População: 9,9 milhões
Capital: Budapeste
Moeda: forint húngaro (HUF)
Membro da UE ou do EEE: UE
Código telefónico: +36
Código Internet: .hu

Por que neste país?

A Hungria possui uma cultura e uma língua incomparáveis às de qualquer outro país da Europa Central. A capital, Budapeste, é dinâmica e muito bela, estendendo-se pelas duas margens do Danúbio e seduzindo os amantes da arquitetura e da cultura. O país possui também a maior reserva mundial de águas termais a seguir à Islândia e a cultura termal tem grande importância para o povo húngaro.

Nas duas últimas décadas, o país atraiu níveis significativos de investimento estrangeiro, mas nos anos mais recentes substituiu a indústria têxtil e agroalimentar pela produção de veículos de luxo, os sistemas de energias renováveis, o turismo de luxo e as TI. O desemprego aumentou devido à crise financeira e as ofertas de emprego anunciadas referem-se maioritariamente a operários de linhas de montagem, trabalhadores e técnicos da indústria metalúrgica e metalomecânica, bem como a empregados do setor de hotelaria e restauração.

Procurar trabalho

Na Hungria, as vagas são, na sua maioria, preenchidas através de contactos pessoais. As ofertas da emprego publicitadas surgem nos jornais e nos portais de emprego existentes na Internet.

Dicas para a apresentação das candidaturas

O envio do CV acompanhado de uma carta de apresentação é a modalidade mais comum de candidatura, mas quando se trata de empregos para operários, é frequente o processo ser iniciado com um simples telefonema para a entidade empregadora. As empresas de maior dimensão podem exigir que os candidatos preencham um formulário de candidatura (por vezes, em linha).
Os candidatos devem preparar-se procurando informações sobre as atividades e o perfil da empresa, bem como sobre o lugar a que se candidatam, para decidirem se estão de facto interessados e ficarem a conhecer as funções que poderão ter de desempenhar.
Nas candidaturas por via eletrónica, o candidato pode utilizar o formulário de candidatura em linha (se houver) ou limitar-se a enviar os documentos solicitados no anúncio.

É habitual incluir uma fotografia no CV?

Sim, geralmente inclui-se uma fotografia.

Há preferência por candidaturas manuscritas?

Não, não envie uma candidatura manuscrita, exceto se esta for explicitamente exigida.

O CV modelo Europass é amplamente utilizado e aceite?

Não é muito utilizado, mas é amplamente aceite.

Contactos telefónicos

Poderá ser conveniente contactar a empresa por telefone, algum tempo depois de enviar a sua candidatura, para mostrar que está realmente interessado no lugar. Além disso, esse contacto contribuirá para que recordem o seu nome.

Prepare-se sempre para qualquer contacto telefónico que estabeleça, porque necessita de obter resposta para as suas perguntas (não se esqueça delas) e também de conseguir responder com espontaneidade às que lhe façam a si. Não se esqueça de perguntar o que deve fazer a seguir.

Tenho de enviar diplomas juntamente com a minha candidatura?

Envie uma cópia, se esta for solicitada. É provável que lhe peçam esses documentos por ocasião da entrevista ou antes de assinar o contrato. Numa fase inicial, a autenticação dos documentos não é verificada, mas, no caso de algumas profissões (médicos, por exemplo), o contrato não pode ser assinado sem que ela tenha sido obtida.

Devo apresentar referências, cartas de recomendação ou o certificado de registo criminal?

As referências não são vulgares na Hungria, mas poderão ser úteis se forem relevantes para o lugar: por exemplo, uma declaração por escrito sobre a atividade anterior e uma avaliação das capacidades do candidato. O empregador pode contactar por telefone o empregador anterior do candidato, caso este último não levante objeções.

As cartas de recomendação são pouco usa-das, mas podem ser muito úteis se provierem de empresas conhecidas e prestigiadas, sobretudo se estas pertenceram ao mesmo setor. Para a admissão em certos tipos de emprego, é obrigatória a apresentação do certificado de registo criminal (que pode ser exigido mesmo nos casos em que essa obrigatoriedade não existe). A exigência deste documento é referida no anúncio.

Período habitual entre a publicação do anúncio de emprego e a entrada em funções

Normalmente, o empregador tomará uma decisão algumas semanas após o termo do prazo da candidatura, embora esse período dependa do lugar em causa e do número de candidatos. Às vezes, decorrem vários meses entre a apresentação da candidatura e o início da prestação do trabalho.

Preparação para a entrevista

Durante a entrevista, os empregadores tentarão sobretudo avaliar a sua personalidade e o seu empenho. Também quererão analisar o modo como reage a situações típicas do exercício da sua profissão e em circunstâncias imprevistas.

Dicas sobre o que deve vestir

O estilo de vestuário mais adequado depende das funções a desempenhar, mas, em regra, é o formal (fato, vestido, etc.). Às mulheres é consentido o uso moderado de adornos.

Quem estará presente?

Normalmente, a entrevista será conduzida por uma a três pessoas.

Cumprimentamo-nos com um aperto de mão?

Sim, geralmente o candidato cumprimenta os entrevistadores com um aperto de mão.

A entrevista obedece a um esquema rígido?

Normalmente, a entrevista dura 1/2 hora, embora algumas empresas façam várias entrevistas ou testes (uma sobre questões profissionais, outra sobre aspetos pessoais, e por aí adiante). O esquema da entrevista varia, mas o ambiente é quase sempre formal (mesmo que seja amigável). O candidato deve manter-se algo reservado, exceto se constatar que o empregador adota uma atitude mais descontraída. Por norma, as entrevistas centram-se quase exclusivamente nas questões profissionais, mas há uma tendência crescente para as alargar aos aspetos relativos à personalidade, competências e atitude, inteligência e comportamento geral. O candidato deve procurar autopromoverse, explicando a sua motivação e as razões por que entende que o devem escolher, mas sem ser demasiado insistente. Muitas vezes, o CV é comentado no decurso da entrevista. Além disso, os candidatos são quase sempre questionados sobre as razões que os levaram a deixar o emprego anterior e instados a enumerar as suas cinco melhores e cinco piores características.

O candidato pode perguntar tudo o que desejar sobre o lugar em causa, mas não deve abordar a questão do salário logo no início da entrevista. Normalmente, é o empregador que a levanta, mas o candidato deve estar preparado para dizer quais são as suas expectativas salariais, sendo sempre preferível, nesse caso, indicar um montante aproximado e não um valor exato. Atualmente, é aos candidatos a lugares de caráter administrativo que cabe indicar o valor do seu trabalho.

Quando é que uma pergunta ultrapassa os limites?

Na Hungria, existe legislação contra a discriminação, o que significa que o candidato não é obrigado a revelar dados pessoais «sensíveis» (religião, filiação política, orientação sexual ou gravidezes planeadas, por exemplo). Se estiver inseguro a respeito da relação entre uma pergunta que lhe façam e o trabalho a desenvolver, pode perguntar simplesmente qual a relevância dessa informação.

Negociação do salário e outras contrapartidas

Normalmente, a negociação do contrato ocorre no final do processo de candidatura. O candidato pode negociar o salário, mas deve fundamentar as suas pretensões. Importa, também, ter em conta que, em alguns setores (funcionalismo público, por exemplo), os vencimentos são fixados por lei. O salário é expresso num valor mensal e as férias devem ser objeto de uma cláusula específica do contrato (o período mínimo é fixado por lei). Em princípio, os prémios são negociados em separado, mas se representarem uma parte significativa do rendimento total devem ficar igualmente estipulados no contrato. A remuneração e as regalias complementares são tratadas com o diretor.

Poderá haver um período experimental?

Sim, quase sem exceção.

Qual a duração normal dos estágios?

O período normal de estágio é de 3 meses, ou pode ser prorrogado até 3 meses, se for inferior. Caso exista um acordo coletivo na empresa, poderá ter uma duração de 6 meses.

O empregador reembolsar-me-á das despesas efetuadas para comparecer à entrevista?

O candidato quase nunca é reembolsado das despesas em que incorreu por motivo da sua comparência à entrevista.

Quando me comunicarão os resultados?

Geralmente, será informado no prazo de algumas semanas, mas por vezes poderá ter de esperar um mês ou dois.

Obtenção de resposta e seguimento da candidatura

Não é habitual solicitar uma resposta, o candidato ou consegue o emprego ou é excluído.

Com que antecedência devo chegar à entrevista?

A pontualidade é indispensável. Se estiver atrasado, tente avisar o empregador. Deve confirmar que irá comparecer à entrevista. Se necessário, poderá conseguir outra marcação, mas não poderá faltar de novo.

data da ultima modificação: 2014-11-21 21:28:50

© União Europeia

Study in Switzerland
BBA-Bachelor-220_1.jpg

Study in Poland
Privacy Policy