Contactos telefónicos

País
Achado: 32
PaísContactos telefónicos
Alemanha - trabalho

Nos telefonemas que porventura faça ao empregador ou ao departamento de recursos humanos, seja cortês e dê sempre o seu nome completo (nome próprio e ape­lido). Prepare as respostas com antecedên­cia e responda com objetividade.

Se quiser apresentar candidaturas espontâ­neas, pondere bem o que vai dizer e seja convincente na justificação da sua decisão de se candidatar nessas condições.

Áustria - trabalho
Antes de contactar uma empresa por telefone, procure saber quem é a pessoa de contacto e peça para falar com ela. Apresente- se de forma concisa e clara (prepare-se previamente para o fazer), indique o tipo de oferta de trabalho que o levou a telefonar e peça para lhe marcarem uma entrevista. Evite ambientes ruidosos ou estar com pessoas que possam dirigir-se a si durante o telefonema, sobretudo se estiver a usar um telemóvel.
Bélgica - trabalho
Se telefonar ao empregador, apresente-se de forma breve e esclarecedora, e fale na língua indicada. Se se tratar de uma candidatura espontânea, apresente-se e indique claramente o tipo de funções em que está interessado.
Bulgaria - trabalho
A apresentação da candidatura por via telefónica não é, geralmente, recomendável, porque facilita a exclusão do candidato. A chamada telefónica deve ser utilizada para marcar uma entrevista. Tenha o cuidado de fazer o seguinte: apresente-se, indique o lugar em que está interessado e esclareça o motivo do telefonema. Exponha concisa e claramente as razões por que se considera qualificado para esse lugar e tente marcar uma data para a entrevista.
Chipre - trabalho
Em Chipre, o primeiro contacto é geralmente feito por telefone. Convém perguntar se a vaga ainda não foi preenchida e pedir informações pormenorizadas sobre o processo de candidatura.
Croácia - trabalho
Se o número de telefone constar do anúncio, é possível contactar os empregadores dessa forma, mas muitos não fornecem informações por essa via.
Dinamarca - trabalho
Se quiser apresentar uma candidatura espontânea, é conveniente telefonar para a empresa a fim de obter informações que lhe permitam torná-la mais específica. Os anúncios de emprego indicam a pessoa a contactar e a empresa está disponível para que a contacte antes de enviar a candidatura. Prepare bem as perguntas que pretende colocar para não ser recordado como um candidato que lhes fez perder tempo. Não faça perguntas sobre o salário, pois essa questão será tratada na entrevista.
Eslováquia - trabalho
Em todos os contactos com o empregador, o candidato deve ser agradável e amistoso. Responda a todas as perguntas e descreva com tato as suas expectativas.
Eslovénia - trabalho
Se telefonar a pedir informações sobre um emprego, mostre-se afável e descontraído, prepare as perguntas que gostaria de fazer e as respostas a eventuais perguntas que lhe coloquem a si e não se esqueça de terminar a conversa com palavras de otimismo e entusiasmo.

Se o candidato viver no estrangeiro, o empregador pode optar por realizar uma entrevista pelo telefone ou via Skype. Também poderá discutir o conteúdo do contrato de trabalho com os candidatos selecionados e enviá-lo ao potencial trabalhador, para análise, através de correio eletrónico ou por fax. Depois disso, a empresa poderá tratar da deslocação do candidato à Eslovénia.
Espanha - trabalho
Nos contactos telefónicos, antes de se identificar, peça à pessoa que o atendeu para declinar o nome e diga-lhe com quem deseja falar.
Estónia - trabalho
Antes de fazer um telefonema, tenha à mão uma cópia do anúncio, uma lista das competências exigidas, o CV e um bloco de notas. Tente falar com um dos responsáveis do departamento de recursos humanos. Manifeste o seu interesse na oferta de emprego e pergunte para onde deve enviar os documentos necessários. Seja cortês, escute com atenção, fale pausadamente e com clareza, dando respostas e informações precisas sobre referências. Seja proativo.
Finlândia - trabalho
Alguns empregadores esperam que os candidatos os contactem por telefone ou correio eletrónico, antes de enviarem a candidatura, para solicitarem mais informações, e consideram que esse contacto é uma manifestação de interesse. Porém, outros empregadores não têm tempo para responder a chamadas telefónicas ou a mensagens de correio eletrónico e esperam que os candidatos não os contactem.

Se telefonar, prepare-se antecipadamente. Reflita bem sobre as razões por que se está a candidatar à vaga em causa e por que deve ser escolhido. Fale com clareza e tente manter-se descontraído.
França - trabalho
Não é habitual contactar o empregador por telefone antes da entrevista. Contudo, se o quiser fazer, é recomendável que fale em francês. Se não souber o nome do responsável pelo processo de recrutamento, informe-se do mesmo antes de enviar a candidatura. Caso se candidate através de uma agência de recrutamento, convém informar-se, pelo menos, acerca da área de atividade e dimensão da empresa.
Grécia - trabalho
Se telefonar ao empregador, seja educado, sério, honesto, deixe transparecer o seu interesse e ouça com atenção o que lhe é dito
Hungria - trabalho
Poderá ser conveniente contactar a empresa por telefone, algum tempo depois de enviar a sua candidatura, para mostrar que está realmente interessado no lugar. Além disso, esse contacto contribuirá para que recordem o seu nome.

Prepare-se sempre para qualquer contacto telefónico que estabeleça, porque necessita de obter resposta para as suas perguntas (não se esqueça delas) e também de conseguir responder com espontaneidade às que lhe façam a si. Não se esqueça de perguntar o que deve fazer a seguir.
Irlanda - trabalho
Não é habitual telefonar ao empregador, a não ser para pedir o formulário de candidatura ou informações sobre os procedimentos.
Islândia - trabalho
Se apresentar a sua candidatura por telefone, tenha presente que os islandeses não são muito formais, mas, de qualquer modo, deve começar por dar o seu nome e enunciar o motivo do telefonema. Evite falar durante demasiado tempo e não interrompa o seu interlocutor.
Itália - trabalho
Se o primeiro contacto for feito por telefone, seja educado e exprima-se de forma correta e fluente. Solicite o agendamento imediato de uma entrevista e não se esqueça de pedir os dados de contacto do responsável.
Letónia - trabalho
Mais eficaz do que enviar o seu CV para diversas empresas é contactar diretamente o responsável pelos recursos humanos de uma empresa por telefone e pedir indicações mais concretas sobre o processo de candidatura.
Listenstaine - trabalho
Se telefonar à entidade empregadora, peça para lhe passarem a chamada à pessoa de contacto indicada. Cinja-se ao essencial e não faça demasiadas perguntas, para não alongar o telefonema mais do que o necessário.
Lituânia - trabalho
Não é frequente o primeiro contacto com um candidato a emprego ser feito através de um telefonema. Os empregadores preferem as entrevistas frente-a-frente.
Luxemburgo - trabalho
Não é recomendável contactar o empregador telefonicamente.
Malta - trabalho
Por norma, o empregador convoca os candidatos, por telefone, para uma primeira entrevista, que consiste num frente-a-frente.

Procure saber o nome da pessoa de contacto e, quando telefonar, refira correta-mente o nome da empresa. Mantenha um tom cortês ao longo de toda a conversa. Seja breve e cinja-se ao essencial, mas não deixe de colocar todas as questões importantes. Informe-se sobre a etapa seguinte do processo.
Noruega - trabalho
É normal entrar em contacto com a pessoa responsável para obter informações adicionais sobre a vaga. Prepare perguntas pertinentes sobre o trabalho e a empresa, e telefone entre as 9h00 e as 3h00 da tarde de um dia útil (de segunda a sexta-feira).
Países Baixos - trabalho
Se contactar a empresa por telefone, pergunte pela pessoa de contacto ou peça para lhe passarem a chamada para o departamento referido no anúncio de emprego. Pergunte se o momento é conveniente. Diga-lhes, sucintamente, se está a ligar para solicitar mais informações ou para se candidatar a um lugar. Se é estrangeiro e está a ligar de fora, diga-o ao seu interlocutor e pergunte-lhe em que línguas pode falar. A primeira impressão que causar é decisiva.
Polónia - trabalho
Nos contactos telefónicos, os candidatos devem apresentar-se e indicar a razão do telefonema. Não peça a alguém que telefone em seu nome e esteja preparado para anotar as informações que o empregador lhe der.
Portugal - trabalho
Só deverá telefonar se o anúncio contiver uma indicação expressa nesse sentido. Se o fizer, procure falar em português, apresente- se claramente, pergunte com quem deve falar e trate essa pessoa pelo nome. Deixe o CV à mão e prepare-se para se apresentar e responder a perguntas. Prepare as suas próprias perguntas, que devem ser pertinentes, e anote as eventuais indicações que lhe sejam dadas em relação à entrevista. Se combinar uma entrevista, pergunte também que documentos deverá levar consigo.
Reino Unido - trabalho
Estabeleça contacto telefónico apenas se este for solicitado e só depois de ter percebido que possui as competências e a experiência que o empregador procura. Alguns empregadores podem realizar uma entrevista preliminar por telefone. Se for esse o caso, o empregador telefonar-lhe-á a uma hora previamente combinada. Prepare-se para a entrevista telefónica tão minuciosamente como o faria para uma entrevista presencial.
República Checa - trabalho
Se contactar o empregador telefonicamente, é preferível fazê-lo no início do dia de trabalho. Tente falar com o responsável pela área em que está interessado. Prepare-se para as perguntas e tenha à mão uma caneta, um bloco de notas e o seu CV. Responda de forma sucinta e objetiva e peça que lhe deem a oportunidade de se encontrarem pessoalmente, fazendo o possível por aceitar a hora que lhe for sugerida para o efeito.
Roménia - trabalho
Geralmente, as chamadas telefónicas são utilizadas para marcar uma entrevista, mas os candidatos também podem telefonar se já tiverem enviado o CV há algumas semanas e não tiverem obtido resposta. Prepare com antecedência o que pretende dizer, seja conciso e objetivo e, depois de se apresentar, lembre ao empregador que lhe enviou recentemente um CV e refira o lugar em que está interessado. A conversa deve ser curta. Não telefone várias vezes.
Suécia - trabalho
Embora a cortesia seja essencial nos contactos telefónicas, os suecos têm uma atitude bastante informal. Na Suécia, não se faz referência aos títulos durante uma conversa.
Suíça - trabalho
Nos setores do turismo, da construção e da limpeza, essa é a melhor maneira de conseguir um emprego.
RSS desta lista

© União Europeia

Study in Poland
Privacy Policy