Trabalho na Europa

País

Letónia - trabalho

País: Letónia
Línguas oficiais: letão
Forma de governo: república parlamentar
População: 2 milhões
Capital: Riga
Moeda: euro (EUR), a partir de 1.1.2014
Membro da UE ou do EEE: UE
Código telefónico: +371
Código Internet: .lv

Por que neste país?

Mais de um terço da população da Letónia vive em Riga, a sua dinâmica capital, uma das menos conhecidas da Europa, apesar da sua admirável arquitetura Arte Nova, e que, tendo sido uma das cidades mercantis da Liga Hanseática, criada na Idade Média, possui uma longa e orgulhosa história de comércio e trocas internacionais.

O mercado de trabalho do país recuperou da crise económica e a taxa de emprego estabilizou, mostrando tendência para crescer. Em alguns setores, já existe escassez de especialistas, havendo procura de informáticos, engenheiros e profissionais altamente qualificados no setor da indústria. Para conseguirem encontrar emprego na Letónia, os candidatos devem ser flexíveis e polivalentes, com aptidão, por exemplo, para criarem e gerirem empresas, ter boas competências informáticas e de comunicação, e domínio do letão e/ou inglês e/ou russo.

Procurar trabalho

A forma mais comum de se conseguir um emprego na Letónia é através dos contactos pessoais, das redes sociais e da agência pública de emprego (NVA).

Dicas para a apresentação das candidaturas

O CV e a carta de apresentação, necessários para documentar a candidatura, são normalmente enviados por correio eletrónico ou, às vezes, remetidos por correio normal. As candidaturas a empregos sazonais ou não qualificados podem ser apresentadas por telefone, porque, nestes casos, os empregadores costumam fazer uma pré-seleção.

Embora as empresas letãs estejam, na sua maioria, genuinamente interessadas em adotar os métodos utilizados na Europa Ocidental, em regra menos formais, a verdade é que, na maior parte delas, ainda prevalecem modelos de organização e de gestão demasiado hierarquizados, o que, naturalmente, se reflete na forma como encaram os processos de candidatura.

A carta de apresentação é muito importante, devendo ser credível e convincente. Os empregadores procuram uma pessoa que entenda o negócio, a missão e o mercado da empresa. As falsas informações a respeito da experiência profissional anterior ou de qualquer outro aspeto não serão toleradas. O candidato deve tratar sempre o empregador com o máximo respeito.

É habitual incluir uma fotografia no CV?

Fica ao critério do candidato incluir ou não uma fotografia no CV. Alguns empregadores exigem fotografia, sobretudo quando estão em causa lugares que implicam o contacto com clientes.

Há preferência por candidaturas manuscritas?

Não, na Letónia, o mais comum é incluir na candidatura uma carta de apresentação datilografada.

O CV modelo Europass é amplamente utilizado e aceite?

Sim, pode utilizar-se um modelo nacional ou europeu na elaboração do CV, desde que este seja específico, claro e corretamente redigido.

Contactos telefónicos

Mais eficaz do que enviar o seu CV para diversas empresas é contactar diretamente o responsável pelos recursos humanos de uma empresa por telefone e pedir indicações mais concretas sobre o processo de candidatura.

Tenho de enviar diplomas juntamente com a minha candidatura?

Se lhos pedirem, tem de apresentar cópias dos diplomas e outros documentos comprovativos das suas qualificações.

Devo apresentar referências, cartas de recomendação ou o certificado de registo criminal?

Na Letónia, as cartas de recomendação podem ser úteis, porque os contactos pes­soais são uma forma muito comum e eficaz de se conseguir um emprego, e eventual­mente incluídas, tal como as referências, em processos formais de candidatura. Para o efeito, os candidatos podem recorrer ao anterior empregador ou a antigos colegas, mas não a familiares.

Relativamente a algumas funções é obrigatório apresentar o certificado de registo criminal.

Período habitual entre a publicação do anúncio de emprego e a entrada em funções

Em regra, demorará cerca de um mês.

Preparação para a entrevista

Todas as empresas recorrem a entrevistas e testes que permitem apurar o perfil psicológico, os traços de caráter ou as aptidões práticas dos candidatos. Os empregadores tomam em consideração não só as aptidões profissionais, mas também as qualidades humanas.

É fundamental mostrar motivação, capacidade e disponibilidade para o lugar a ocupar. O candidato deve ser honesto e explicitar os aspetos em que pode melhorar e como pensa fazê-lo. Deve, ainda, deixar bem claro que gostaria realmente de trabalhar naquela empresa.

Dicas sobre o que deve vestir

O tipo de indumentária mais aconselhável depende do setor profissional e das funções a desempenhar. Caso se trate de um banco, de uma instituição estatal ou de funções administrativas, deve optar por um estilo convencional. Seja como for, o candidato deve sempre apresentar-se limpo e aprumado.

Quem estará presente?

Nas empresas mais pequenas, a entrevista é conduzida pelo diretor da empresa ou por aquele que poderá vir a ser o seu superior hierárquico. Nas empresas de maior dimensão, os entrevistadores são geralmente três, incluindo o diretor da empresa ou de um determinado departamento e um especialista em recursos humanos.

Cumprimentamo-nos com um aperto de mão?

A forma de cumprimento poderá ser o aperto de mão, mas não se esqueça de que deve ser o empregador a tomar a iniciativa.

A entrevista obedece a um esquema rígido?

Na Letónia, as entrevistas decorrem geral-mente num ambiente formal. Alguns empregadores também recorrem às chamadas «entrevistas de teste», que podem ser feitas por telefone ou em grupo, neste último caso com a finalidade de identificar o líder.

Cada entrevista raramente dura mais de 1/2 hora. No caso de uma entrevista oficial e formal, as perguntas feitas a todos os candidatos serão muito semelhantes, partindo-se do princípio de que eles se prepararam para a entrevista e sabem alguma coisa sobre a empresa e o lugar em causa. Os candidatos podem fazer perguntas sobre o emprego e respetivas responsabilidades, para as quais ainda não tenham obtido resposta.

Quando é que uma pergunta ultrapassa os limites?

Há vários diplomas legais que proíbem a discriminação, nomeadamente em função da raça, origem étnica, religião, deficiên­cia, idade, orientação sexual, género, classe social, língua ou opiniões políticas. Regra geral, os direitos consagrados na lei não são postos em causa, mas subsiste alguma animosidade contra a diferença.

São exemplos de perguntas discriminatórias as que incidam sobre o estado civil do candidato ou os seus planos quanto a ter filhos. Podem igualmente ser conside­radas discriminatórias as perguntas sobre a idade, o estado civil ou dados pessoais como, por exemplo, a altura e o peso. Por vezes, são usados estratagemas para obter esse tipo de informação: por exemplo, os empregadores podem solicitar o envio de uma fotografia de corpo inteiro ou fazer uma «entrevista sob tensão», para tes­tar o modo como o potencial trabalhador se comporta numa situação constrange­dora, quão criativo é, etc. Trata-se de um método interessante, mas que suscita algu­mas questões sobre a estreita fronteira que separa as técnicas legítimas da violação dos direitos dos candidatos.

Negociação do salário e outras contrapartidas

Antes de assinarem o contrato, é necessá­rio que o trabalhador e o empregador discu­tam as condições de trabalho: o montante do salário e o número de salários por ano, o número de horas de trabalho e as horas extraordinárias, o período de estágio e as regalias complementares, entre outras. Na Letónia, o salário é, em regra, pago mensal­mente, ou de duas em duas semanas.

Tenha em atenção que só os contratos de trabalho por escrito garantem uma proteção efetiva dos direitos dos trabalhadores e dos empregadores. Se o contrato for verbal, a relação de trabalho será exclusivamente regulada pela lei civil, o que significa que o trabalhador pode ficar sem direito aos benefícios da segurança social.

Aos direitos garantidos por lei poderão acrescer regalias complementares como, por exemplo, um seguro de saúde, subsí­dios de deslocação ou de subsistência, ou o acesso a ginásios. As gratificações depen­dem inteiramente da vontade e dos meios do empregador.

Poderá haver um período experimental?

Não, não existem períodos de trabalho experimentais na Letónia.

Qual a duração normal dos estágios?

O empregador pode exigir que o trabalhador cumpra um período de estágio, que ficará previsto no contrato e será, no máximo, de 3 meses. Na administração pública, os estágios podem chegar a ter uma duração de 6 meses.

O empregador reembolsar-me-á das despesas efetuadas para comparecer à entrevista?

Os empregadores raramente reembolsam os candidatos por essas despesas.

Quando me comunicarão os resultados?

A maioria das empresas comunicam aos candidatos o resultado do processo de candidatura no prazo de 2 semanas após a entrevista, mas é possível que algumas simplesmente não os informem.

Obtenção de resposta e seguimento da candidatura

O candidato pode perguntar, após a entrevista, quando receberá uma resposta. Se não o contactarem dentro do prazo combinado, pode telefonar a inquirir sobre os resultados.

Com que antecedência devo chegar à entrevista?

O empregador espera que o candidato chegue a horas à entrevista para dar provas da sua pontualidade e do seu sentido de responsabilidade.

data da ultima modificação: 2014-11-21 21:34:15

© União Europeia

Study in Switzerland
MBA_Master_220.jpg

Study in Poland
Privacy Policy