Trabalho na Europa

País

Roménia - trabalho

País: Roménia
Línguas oficiais: romeno
Forma de governo: presidencial
População: 20,1 milhões
Capital: Bucareste
Moeda: leu romeno (RON)
Membro da UE ou do EEE: UE
Código telefónico: +40
Código Internet: .ro

Por que neste país?

O país tem como principais atrações naturais o delta do Danúbio, a costa do mar Negro e a cordilheira dos Cárpatos. A oeste das montanhas fica a histórica região da Transilvânia, com as suas vilas medievais e castelos de contos de fadas, que fazem as delícias dos entusiastas de histórias de vampiros.

Nos últimos anos, a Roménia atraiu um investimento estrangeiro considerável e o seu setor privado tem crescido rapidamente, em parte graças ao facto de o país possuir um dos menores níveis de tributação existentes na União Europeia, com uma taxa fixa de 16%. Os salários são dos mais baixos da Europa, mas o desemprego também é reduzido. A economia assenta sobretudo na indústria e na agricultura, mas estes setores estão a contrairse em favor dos serviços, nomeadamente do comércio e de um setor do turismo em rápida expansão. As ofertas de emprego mais frequentemente anunciadas são na indústria têxtil, na movimentação de cargas, na montagem de peças, na embalagem, na construção e nas vendas.

Procurar trabalho

No caso dos lugares pouco qualificados, a melhor forma de procurar emprego é nos jornais ou através das agências públicas de emprego locais. Os candidatos altamente qualificados e com elevado nível de formação tendem a fazer essa pesquisa na Internet.

Dicas para a apresentação das candidaturas

Um candidato interessado numa oferta de emprego pode contactar diretamente o empregador através de uma mensagem de correio eletrónico ou de um telefonema.

O recrutador decide entrevistar o candidato depois de avaliar em que medida o seu CV corresponde aos requisitos do lugar a preencher. A carta de apresentação é importante quando os lugares exigem qualificações elevadas (médicos, engenheiros) e não deve exceder duas páginas. Para os lugares com menores exigências em matéria de qualificação/formação, a carta não tem tanta importância.

Os empregadores podem realizar mais de uma entrevista e, nesse caso, costumam fazer a primeira entrevista por telefone. Nas entrevistas telefónicas, o recrutador confirma a autenticidade da informação constante do CV e solicita mais informações sobre as competências, capacidades e experiência profissional do candidato. Este tipo de entrevista dura cerca de 10-15 minutos.

É habitual incluir uma fotografia no CV?

Geralmente, não é necessário enviar uma fotografia, a menos que o empregador a solicite no anúncio.

Há preferência por candidaturas manuscritas?

Não, atualmente é dada preferência às candidaturas impressas.

O CV modelo Europass é amplamente utilizado e aceite?

O CV modelo Europass não é muito utilizado nem aceite, embora seja altamente recomendável. As pessoas com habilitações de nível superior tendem a utilizá-lo, mas as que têm menos habilitações preferem não o fazer, por considerarem que ele é muito longo e complexo.

Contactos telefónicos

Geralmente, as chamadas telefónicas são utilizadas para marcar uma entrevista, mas os candidatos também podem telefonar se já tiverem enviado o CV há algumas semanas e não tiverem obtido resposta. Prepare com antecedência o que pretende dizer, seja conciso e objetivo e, depois de se apresentar, lembre ao empregador que lhe enviou recentemente um CV e refira o lugar em que está interessado. A conversa deve ser curta. Não telefone várias vezes.

Tenho de enviar diplomas juntamente com a minha candidatura?

Envie-os apenas se for instado a fazêlo. Alguns empregadores pedem uma cópia dos diplomas no início do processo, outros contratam os candidatos sem verem os diplomas.

Devo apresentar referências, cartas de recomendação ou o certificado de registo criminal?

Os empregadores costumam pedir referências ou cartas de recomendação.

Todos os empregadores exigem um certificado de registo criminal, ou seja, querem saber se o candidato tem ou não cadastro. Seja qual for o emprego, em princípio o candidato terá de provar a sua boa conduta

Período habitual entre a publicação do anúncio de emprego e a entrada em funções

Geralmente, esse período varia entre duas e quatro semanas. Por vezes, o empregador quer entrevistar mais candidatos ou solicita documentos adicionais referentes à experiência profissional anterior do candidato ou aos seus estudos.

Preparação para a entrevista

Muitas empresas propõem a realização de uma entrevista por telefone antes de decidirem reunir presencialmente com o candidato. Neste caso, é importante que este se prepare como o faria para uma entrevista segundo os cânones habituais, e expresse claramente a sua personalidade desde o início. Não deve interromper o interlocutor enquanto fala e deve certificar-se de ter entendido bem a pergunta antes de responder.

Informe-se convenientemente sobre o setor de atividade da empresa e as exigências do lugar oferecido. O recrutador conta com uma atitude profissional e quererá ter um debate honesto e franco consigo. Centre- se nos elementos constantes do CV. Os empregadores sabem que a parte dedicada às competências e capacidades é, normalmente, um pouco exagerada.

Dicas sobre o que deve vestir

O candidato deve vestir-se de forma decente e respeitável.

Quem estará presente?

Normalmente, participam na entrevista o membro do departamento de recursos humanos responsável pelo processo de recrutamento, o chefe do departamento em que existe a vaga e, nalguns casos, o próprio diretor-geral ou presidente da empresa.

Cumprimentamo-nos com um aperto de mão?

Sim, na Roménia considera-se que o aperto de mão é uma forma educada de as pessoas se cumprimentarem.

A entrevista obedece a um esquema rígido?

Depois de o recrutador ter decidido que quer conhecer o candidato pessoalmente, realiza-se uma entrevista que pode durar entre 30 minutos e 2 horas. Todos os aspetos da comunicação verbal e não verbal são importantes. O recrutador observa os aspetos positivos e negativos do modo de comunicação do candidato e analisa-os para fazer a sua avaliação.

A maioria dos empregadores utilizam nas entrevistas um esquema semirrígido, que pode ser o seguinte, na primeira reunião: uma conversa sobre assuntos gerais destinada a pôr o candidato à vontade; 

  • apresentação do recrutador e do candidato;
  • perguntas sobre a experiência, as competências e os conhecimentos do candidato, e verificação da informação constante do CV;
  • informações prestadas pelo recrutador ao candidato sobre os requisitos e as principais responsabilidades do cargo e sobre a empresa em geral: setores em que se insere a sua atividade, aquilo que já realizou, etc.;
  • o recrutador verifica se o candidato compreendeu todos os aspetos abordados;
  • perguntas do candidato, como por exemplo: «Qual é o horário de trabalho?»; «Qual o salário oferecido?»; «Há intervalo para almoço?»
É aconselhável que o candidato prepare as perguntas previamente, mas deve ser flexível e juntar-lhes outras questões importantes que lhe ocorram durante a entrevista.

O ambiente das entrevistas deve ser aberto, descontraído e comunicativo. Adote uma atitude profissional e não se esqueça de explicar a sua motivação para o lugar.

Quando é que uma pergunta ultrapassa os limites?

Na Roménia, existe legislação em vigor contra a discriminação.

Negociação do salário e outras contrapartidas

O candidato pode negociar o salário, as regalias suplementares e outras contrapartidas da prestação de trabalho. A remuneração é expressa em valores mensais. O subsídio de férias e os prémios anuais são negociados à parte. Caso sejam oferecidas, as regalias suplementares mais comuns são as senhas de refeição e o subsídio de férias. Normalmente, as negociações estão a cargo do departamento de recursos humanos, que tem a noção exata do salário máximo que a empresa pode oferecer para um determinado lugar, mas a decisão final cabe à direção.

Poderá haver um período experimental?

O Código de Trabalho romeno prevê a possibilidade de estabelecer um período experimental que pode durar, no máximo, 90 dias para os lugares de menor responsabilidade, e 120 dias para os cargos de direção.

Qual a duração normal dos estágios?

De acordo com o Código do Trabalho, todos os trabalhadores, seja qual for a sua categoria, têm de cumprir um período de estágio.

O empregador reembolsar-me-á das despesas efetuadas para comparecer à entrevista?

Não, na Roménia, os empregadores não reembolsam essas despesas.

Quando me comunicarão os resultados?

Na entrevista, o recrutador informa o candidato sobre se foi ou não aprovado e se voltará ou não a ser contactado.

Obtenção de resposta e seguimento da candidatura

Se não receber qualquer resposta pouco depois da entrevista, pode partir do princípio de que não foi selecionado. Em regra, os empregadores não comunicam os resultados aos candidatos excluídos. No entanto, é aceitável telefonar-lhes a pedir uma resposta.

Com que antecedência devo chegar à entrevista?

A pontualidade é muito importante, o candidato deve chegar à hora marcada para a entrevista. Contudo, se se atrasar alguns minutos, o empregador poderá compreender, caso tenha uma boa justificação.

data da ultima modificação: 2014-11-24 09:13:47

© União Europeia

Study in Switzerland
MBA_Master_220.jpg

Study in Poland
Privacy Policy