Eslovénia - trabalho

País: Eslovénia
Línguas oficiais: esloveno
Forma de governo: república parlamentar
População: 2,1 milhões
Capital: Liubliana
Moeda: euro (EUR)
Membro da UE ou do EEE: UE
Código telefónico: +386
Código Internet: .si

Por que neste país?

A Eslovénia atrai os adeptos das caminhadas e da prática do esqui graças às belas paisagens e ao clima invejável. Situada no sul dos Alpes, orgulha-se dos seus prados alpinos ensolarados e atapetados de flores silvestres, de uma boa extensão de refrescante litoral mediterrânico e de uma floresta luxuriante que cobre 58% do seu território.

A Eslovénia está muito dependente das exportações e foi muito afetada pela recessão global. Os sinais de recuperação refletiram-se num crescimento do mercado de trabalho em 2011, mas em 2012 a situação económica voltou a deteriorar-se. Ainda há procura de engenheiros mecânicos, elétricos e eletrónicos, profissionais de saúde, criadores de software, pessoal de restauração, condutores de veículos pesados e soldadores. Os licenciados em humanidades e ciências sociais sem experiência profissional e os trabalhadores pouco qualificados contam-se entre as pessoas com maiores dificuldades em encontrar trabalho.

Procurar trabalho

Na Eslovénia, além de publicitarem as ofertas de emprego em linha, nos meios de comunicação social ou através de agências de recrutamento, os empregadores são obrigados a comunicar todas as suas vagas aos serviços públicos de emprego. Nessa comunicação, indicam se pretendem recrutar trabalhadores estrangeiros de países do EEE ou de países terceiros.

Os serviços públicos de emprego da Eslovénia (ESS) publicam as ofertas de emprego nos quadros informativos e no sítio web dos ESS, no portal EURES e noutros meios de comunicação. Os candidatos também podem registar-se na base de dados de CV dos ESS, o que permite que os empregadores contactem os candidatos adequados.

«A recente jornada de emprego eslovena- austríaca atraiu mais de 6000 candidatos, tendo os empregadores e as agências de emprego apresentado mais de 600 ofertas. A jornada de emprego eslovena-italiana, em Koper, contou com a presença de 2 000 candidatos e 46 representantes de empregadores, associações patronais e agências de emprego.» Darja Grauf, conselheiro EURES, Eslovénia

Dicas para a apresentação das candidaturas

Por norma, as candidaturas são constituídas por uma carta de apresentação e pelo CV. A carta deve suscitar no empregador a vontade de chamar o candidato para uma entrevista, mas sem descrever comexcessivo detalhe a sua experiência e qualificações, que já são especificadas no CV.

O curriculum vitae não deve ter mais de duas folhas A4 ou, de preferência, apenas uma. Os períodos de trabalho anteriores devem ser apresentados por ordem cronológica inversa. O mesmo se aplica à secção dedicada às habilitações académicas e à formação.

Habitualmente, a candidatura é redigida em esloveno, mas, tratando-se de trabalhadores de outros países, pode também ser escrita noutra língua, a maior parte das vezes em inglês, alemão ou italiano, em particular quando estão em causa cargos noutros países ou em empresas internacionais.

Se apresentar uma candidatura espontânea, pode utilizar, por exemplo, as seguintes frases introdutórias:

  • «Sou vosso cliente há muito tempo e creio conhecer bastante bem a vossa área de atividade. É por essa razão que gostaria de trabalhar na vossa empresa.»
  • «Talvez, num futuro próximo, venham a necessitar de um novo colaborador com a experiência e as aptidões que possuo. Permitam-me, pois, que me apresente.»
Descreva seguidamente a sua formação e experiência profissionais, bem como as suas competências, objetivos que alcançou e conhecimento de línguas estrangeiras. Explique por que razão acredita poder ser útil à empresa.

É habitual incluir uma fotografia no CV?

Não, embora possa ser útil em algumas funções, designadamente na área do marketing ou quando o trabalho implica um contacto direto com os clientes.

Há preferência por candidaturas manuscritas?

Na Eslovénia, é muito raro que tal aconteça.

O CV modelo Europass é amplamente utilizado e aceite?

Sim, principalmente nas candidaturas enviadas do estrangeiro.

Contactos telefónicos

Se telefonar a pedir informações sobre um emprego, mostre-se afável e descontraído, prepare as perguntas que gostaria de fazer e as respostas a eventuais perguntas que lhe coloquem a si e não se esqueça de terminar a conversa com palavras de otimismo e entusiasmo.

Se o candidato viver no estrangeiro, o empregador pode optar por realizar uma entrevista pelo telefone ou via Skype. Também poderá discutir o conteúdo do contrato de trabalho com os candidatos selecionados e enviá-lo ao potencial trabalhador, para análise, através de correio eletrónico ou por fax. Depois disso, a empresa poderá tratar da deslocação do candidato à Eslovénia.

Tenho de enviar diplomas juntamente com a minha candidatura?

Normalmente, é necessário juntar cópias dos certificados de habilitações e outras qualificações, ou estas podem ser voluntariamente anexadas pelo candidato. Também é possível referir que, se necessário, os documentos serão entregues posteriormente. Recomenda-se que o candidato leve os documentos originais para a entrevista. Também são importantes os comprovativos das competências linguísticas e informáticas, bem como os documentos que atestem a experiência profissional e os êxitos alcançados em qualquer competição em que tenha participado.

Devo apresentar referências, cartas de recomendação ou o certificado de registo criminal?

Os empregadores partem do princípio de que o candidato apresentará referências. Um antigo empregador, um professor da universidade ou um formador podem escrever uma carta de recomendação, ou então o candidato indica os contactos dessas pessoas para que os potenciais empregadores as possam contactar e pedir-lhes que digam o que pensam dele. As cartas de recomendação são bem-vindas e podem ser bastante úteis. Se for necessário apresentar o certificado de registo criminal, essa exigência é referida na oferta de emprego.

Período habitual entre a publicação do anúncio de emprego e a entrada em funções

Esse período pode variar entre 2 semanas e um mês ou mais.

Preparação para a entrevista

O empregador centra-se principalmente na experiência, na motivação e nas competências de relacionamento interpessoal e social. O recurso a testes psicológicos e de inteligência, provas de aptidão e testes psicotécnicos é comum, sobretudo quando se trata de cargos que exijam um nível de escolaridade elevado.

Os candidatos devem preparar uma lista dos objetivos que alcançaram, conhecer razoavelmente a atividade do empregador, falar das competências e experiência prática adquiridas através do trabalho desenvolvido noutras empresas, identificar uma ambição profissional realista e estar aptos a comunicar as ideias acima referidas de forma clara e eficaz.

Os candidatos devem preparar-se para responder a perguntas sobre os seus objetivos de carreira a médio e longo prazo. É fundamental que tenha um plano claro em termos de desenvolvimento pessoal. Alguns empregadores eslovenos também esperam que o candidato indique as suas expectativas em matéria de salário.

Dicas sobre o que deve vestir

A sua indumentária deve obedecer a um estilo formal e ter um aspeto cuidado e limpo. Os sapatos devem estar em bom estado e o penteado impecável.

Quem estará presente?

Os testes são normalmente efetuados em grupo e conduzidos por um psicólogo. Inicialmente, também poderá ser realizada uma reunião de grupo para apresentar a empresa e os postos de trabalho. Normalmente, basta uma entrevista para o empregador tomar uma decisão sobre o candidato, mas poderá ser necessário realizar mais entrevistas. Em geral, a entrevista tem uma duração de 15-45 minutos.

Cumprimentamo-nos com um aperto de mão?

Sim, deverá cumprimentar os entrevistadores com um aperto de mão no início e no fim da entrevista.

A entrevista obedece a um esquema rígido?

Às apresentações segue-se uma descrição sucinta da empresa e do cargo. Em seguida, o empregador poderá solicitar ao candidato mais informações ou esclarecimentos sobre os dados constantes dos documentos de candidatura. É nesta fase que o candidato poderá mostrar os originais dos documentos cujas cópias foram enviadas quando se candidatou ao cargo. No fim desta parte, terá também a oportunidade de fazer algumas perguntas. Para finalizar a entrevista, é costume o entrevistador informar o candidato sobre a forma como o processo de recrutamento irá prosseguir. O ambiente será formal.

Quando é que uma pergunta ultrapassa os limites?

O candidato só é obrigado a responder às perguntas relevantes para o trabalho a que se candidatou.

Negociação do salário e outras contrapartidas

Há uma regra não escrita que diz que, na entrevista de trabalho, cabe ao empregador, e não ao candidato, abordar o assunto do salário em primeiro lugar. Depois disso, este pode indicar qual a amplitude salarial (valor mínimo e máximo) que considera adequada ao seu caso.

O salário compreende a remuneração-base, a remuneração pelo desempenho no trabalho e as remunerações suplementares. O salário é expresso em valores mensais. O subsídio de férias e os prémios anuais fazem parte das remunerações referidas.

As entidades empregadoras são obrigadas a inscrever os seus trabalhadores num sistema obrigatório de reforma, invalidez, saúde e seguro de desemprego, no prazo de 8 dias a contar da data de início do trabalho. São igualmente obrigadas a entregar uma fotocópia do registo ao funcionário no prazo de 15 dias após o início de funções.

Poderá haver um período experimental?

Sim, os candidatos podem ser solicitados a prestar um período de trabalho experimental.

Qual a duração normal dos estágios?

Esse período varia, mas dura normalmente 3 a 6 meses.

O empregador reembolsar-me-á das despesas efetuadas para comparecer à entrevista?

Não, essa prática não é comum na Eslovénia.

Quando me comunicarão os resultados?

Geralmente, os empregadores dizem aos candidatos quando contam contactá-los para lhes comunicarem a sua decisão.

Obtenção de resposta e seguimento da candidatura

Se o empregador tiver dito que tomaria uma decisão no prazo de uma semana, o candidato pode ligar-lhe após 1 semana, mas não antes. Não é habitual telefonar a pedir esclarecimentos depois de a decisão estar tomada.

Com que antecedência devo chegar à entrevista?

A pontualidade é importante. Chegue com uma antecedência de 5-10 minutos.

data da ultima modificação: 2014-11-24 09:33:07

© União Europeia

Study in Poland
Privacy Policy